Postagens populares

domingo, 12 de agosto de 2012

A centrífuga dos pensamentos

Eu estou um pouco chateada, mas não posso conter a minha sede de escrever, então não me questione, apenas tente me entender.
Sábado dia 11.08.12, eu fui convidada pra ir pro Shopping com alguns amigos, pois era aniversario de um deles, e consequentemente fui.
Me afundei completamente, e abrir meus pensamentos para curti aquilo que estava vivendo, um “mundo” diferente do que estava acostumada todos os dias. Eu sou uma pessoa calma, tranquila, e quando isso aconteceu, é como se eu tivesse “esquecido” meu mundo.
Sabe uma centrífuga?
Ela é comparada á um liquidificador, agita, corta, tritura, utilizando suas laminas de baixo, auxiliado pelas paredes que o rodeia, mas o centro está vazio, por incrível que pareça, a centrífuga está cheia, mas o seu centro se torna um buraco, algo oco.
Eu me sentir assim.

Estava cheia de pensamentos de risos, novidades, pessoas, lugares, palavras, Deus, mas é como se meu principal pensamento tivesse fugido, saído do centro sem me avisar, e me deixou decepcionar a minha mãe. Eu “esqueci”, “não lembrei”, ah sei lá, simplesmente não fiz algo que para ela acho que foi o fim, não liguei durante o dia para ela avisando que estava bem –pode me chamar de irresponsável – mas é interessante destacar dois critérios básicos:

1-Mente: Não é por que a mente é sua que ela nunca vai te colocar em perigo, pelo contrario, se você não domina-la dando-a para o criador, ela será a primeira a te deixar em desordem. E o pior, se você não parar para entender a si mesmo, sempre haverá repetições e mais repetições de erros.
Minha mãe tem sua opinião formada, se está chateada não quer nem conversa, muito menos explicação.
As pessoas ao seu redor podem te crucificar, não querendo nem ouvir, que você mesmo não sabe como isso aconteceu, mas não deixe que isso te impeça de buscar as respostas para as suas perguntas, se os outros não querem ouvir explicação, explique-se a si mesmo, coloque em ordem aquilo que por algum espaço de tempo fugiu do seu controle, se você não ficar em paz consigo mesmo, não será capaz de seguir em frente.



2-Confiança: É interessante também analisar a confiança do homem, e a confiança de Deus. Em pequenas, mínimas situações o homem perde total e rapidamente a confiança que teve em anos. Como o homem é fraco! Por pequenas decepções vai se fechando, se frustrando, se fechando e ops! Não há mais espaço para a confiança.

Ah, eu suspiro agora, vou falar dAquele que a cada erro me ensina, a cada arrependimento se aproxima de mim, a cada decepção que sofre me transmite mais confiança, com certeza você já sabe de quem eu estou falando, mas vou falar assim mesmo, pois esse nome é diferente de todos os nomes, possui algo especial, seu nome é Jesus!

Você não pode me ver, Ele sim; não sei se consegue me entender, mas Ele é Aquele que me explica sobre mim mesma, é Aquele que transforma o que você acha impossível em realidade, é Aquele que sempre é decepcionado por nós, mas nunca deixou de acreditar em cada filho seu; é o que ergue os braços para dar o seu inestimável amor e resgatar os perdidos.
Mesmo com sua grandeza, é Aquele que sabe com jeitinho nos surpreender.

E cuidado para a centrífuga não enganar você...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Através de vidas, você pode ser edificado. E através de você vidas podem ser edificadas. Deixe seu comentário :)