segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Desintoxicação sexual

Vocês são filhos queridos de Deus e por isso devem ser como ele. Que a vida de vocês seja dominada pelo amor, assim como Cristo nos amou e deu a sua vida por nós, como uma oferta de perfume agradável e como um sacrifício que agrada a Deus!
Vocês fazem parte do povo de Deus; portanto, qualquer tipo de imoralidade sexual, indecência ou cobiça não pode ser nem mesmo assunto de conversa entre vocês. Não usem palavras indecentes, nem digam coisas tolas ou sujas, pois isso não convém a vocês. Pelo contrário, digam palavras de gratidão a Deus.
Fiquem certos disto: Jamais receberá uma parte no Reino de Cristo e de Deus qualquer pessoa que seja imoral, indecente ou cobiçosa (pois a cobiça é um tipo de idolatria).
- Efésios 5:1-5


A nossa cultura atual é regida por imoralidade e a pureza saiu de moda, a tal ponto que falar dela tornou-se vergonha para muitos e até mesmo entre cristãos. Estamos rodeados de piadas sujas, de palavras indecentes, de pensamentos vergonhosos e de atitudes que não tem distinção alguma de descrentes. Estamos altamente intoxicados e precisamos ser limpos mediante a Palavra do Senhor. 

Não existe limpeza sem conhecimento, precisamos aprender a maneira de Deus para nos relacionar neste mundo impuro. A pureza não saiu de moda, Deus NUNCA abriu mão dela para nós, precisamos encontrar aquilo que se perdeu em meio as circunstancias da vida. Não tenha medo de ser diferente, tenha medo de ser igual. 

SER PURO É SER VIRGEM? 

Quando a maioria de nós ouve a palavra pureza, nossas mentes automaticamente pensam em abstinência ou virgindade, mas pureza é bem maior que ambos. Uma pessoa pode ser virgem, mas ainda assim não ser pura. Uma pessoa pode ser casada e nunca ter tido um caso extraconjugal e ainda assim não ser pura. Por outro lado, uma pessoa pode ser pura mesmo tendo um passado de promiscuidade sexual. Pureza não se trata apenas de dizer não para o sexo antes do casamento. Pureza não se trata apenas de dizer sim para o sexo dentro do casamento. Pureza é dizer sim para a piedade.

A palavra grega para pureza usado no Novo Testamento é hagneia, que também pode ser traduzida como “vida sem pecado”. Apesar de olharmos para as palavras “sem pecado” e automaticamente nos excluímos de sermos puros por conta dos pecados em nosso passado, estamos nos esquecendo de que, como cristãos, nossa identidade se baseia naquilo que Cristo fez por nós. Quando Deus olha para nós, Ele não vê pecadores perversos e maus que Ele é forçado a amar porque não achou ninguém melhor. Ele nos vê como santos justos e irrepreensíveis por quem Ele voluntariamente morreu na cruz movido por um irresistível amor.

Note que toda vez que Paulo escreve suas cartas às igrejas do Novo Testamento, ele sempre se refere a seus destinatários como santos, não como pecadores. Mesmo à igreja de Corinto – uma das mais imorais, rebeldes e sexualmente promíscuas – Paulo se refere como santos por causa da identidade deles com Cristo: “À igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus e chamados para serem santos, juntamente com todos os que, em toda parte, invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso” (1 Coríntios 1.2).

Como santos imaculados, a pureza é possível para todos nós. Como 1 João 1.9 diz: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça”. Quando submetemos nossa sexualidade a Cristo, confessamos a Deus e aos outros quando pecamos e proativamente lutamos contra o pecado todo dia, somos puros, independentemente do que fizemos em nosso passado. Por isso a pureza não é meramente definida a partir de atos sexuais, mas também pela fidelidade em buscar a Deus com nossas intenções e pensamentos do nosso coração.
— Hafeez Baoku

UMA TEOLOGIA DO SEXO

O que Deus criou primeiro: a fome ou a comida? Deus fez o homem ter fome e depois inventou o alimento para saciar a necessidade? Ou será que Deus primeiro inventou os alimentos e, em seguida, deu ao homem um apetite que o motivasse a buscar esse bom presente de Deus? Enquanto nós geralmente criamos uma necessidade para depois conseguir satisfazê-la, Deus tem um fim antes mesmo do início. Ele cria bons presentes e, só depois, cria uma necessidade para eles. Ele não cria uma necessidade para a qual não haja preenchimento. O tema deste capítulo é, simplesmente, sexo, e quero oferecer uma breve teologia do sexo e do desejo sexual. Quero ajudá-lo a ver por que Deus criou o sexo, por que ele criou o desejo sexual, e por que ele distribuiu o desejo sexual em medida desigual.

Deus nos dá o sexo porque ele tem um poder ímpar de conduzir um marido à sua esposa e uma mulher ao seu marido. Ele sabe disso porque ele inventou isso! Ele o fez de um modo que o sexo é muito mais do que a soma de suas partes. Poderíamos descrever o sexo apenas em termos de partes do corpo e hormônios, mas nunca chegaríamos nem perto de entender o que ele é. É como tentar descrever um bolo só em termos dos seus ingredientes – farinha, leite, ovos (ou, se fôssemos descrever a Ceia do Senhor, fazendo referência apenas a comer pão e beber vinho). 

Sexo vai muito além do aspecto meramente físico. Ao contrário, estende-se para o emocional e espiritual. É através da união sexual que duas pessoas são feitos uma só. É um mistério que só pode ser comparado, em termos de impacto, com a união de Deus ao seu povo, como somos enxertados nele.

Deus deu-nos algo extraordinariamente poderoso e foi sábio em colocar limites rigorosos sobre isso. Ele tem todo o direito de fazê-lo porque ele é quem criou o sexo e criou sua função. Sexo, então, é para ser compartilhado apenas entre um marido e sua esposa, e não pode ser estendido para outros, quer antes do casamento, quer durante o casamento (Mateus 5:27,28). O sexo não deve ser despertado até a hora certa (Cantares 8:4). Sexo é para ser praticado regularmente, durante um casamento (1 Coríntios 7:1-5). Tais limites não são destinados para inibir a liberdade, mas para aumentar a liberdade. Quando usamos este dom como Deus o quer, ganhamos grande alegria e liberdade nele. Quando utilizamos o dom de forma errada, acabamos sofrendo por tal abuso.

A finalidade do sexo, então, é fornecer um meio único através do qual o marido e sua esposa podem conhecer um ao outro, servir um ao outro, expressar vulnerabilidade, dar e receber.
Nenhuma outra área no casamento oferece tanto a ganhar e tanto a perder. Nenhuma outra área no casamento põe o casal tão junto.

Mesmo que seu sentido último não seja mais profundo do que o prazer e a satisfação mútua, o sexo é bom porque Deus é bom. Ele poderia facilmente ter decretado que o sexo fosse uma parte integrante de cada casamento e, em seguida, fazê-lo intrinsecamente desagradável. Ele não o fez. Ao contrário, ele fez o sexo quase transcendente no seu prazer. Em seu melhor, o sexo realmente transcende a maior parte dos outros prazeres da vida. Em sua singularidade, em sua alegria, em sua liberdade e vulnerabilidade. E nestas coisas, o sexo põe marido e mulher juntos em uma maneira única e inigualável. Quando você entende isso, você deve também compreender porque o sexo é para ser desfrutado apenas entre marido e mulher. 

Você compreende porque Deus proíbe o sexo pré-marital (fornicação), porque ele proíbe o sexo fora do casamento (adultério) e por que ele proíbe o sexo egoísta (masturbação). Todas estas coisas zombam da realidade. Todas estas coisas são abusar do bom presente de Deus.
- Tim Challies 

Caso queira aprender mais sobre o tema, estou disponibilizando o e-book "Desintoxicação sexual do Tim Challies" por e-mail, entre em contato comigo shirleycosta16@hotmail.com. 

Com amor e temor,
Shirley Costa 

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

A lógica da Vida

Necessitamos de um evangelho que nos rasgue, que nos confronte, que nos livre de nós mesmos, dos nossos velhos hábitos, manias, indecências, avarezas. Precisamos deixar essa lógica que diz que se fazemos coisas boas, somos bons, não! Temos extrema necessidade de Cristo, do seu toque transformador. Tudo está errado até que Deus endireite!

Essa Ministração vai te ajudar a enxergar a verdadeira lógica da vida.




"Que Deus me salve de mim mesmo, de minha corrupção, de minha ganância, de minha inveja..."

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Uma luta pela santidade

"Quem pode discernir os próprios erros? Absolve-me dos que desconheço! Também guarda o teu servo dos pecados intencionais; que eles não me dominem! Então serei íntegro, inocente de grande transgressão. Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam agradáveis a  ti Senhor, minha rocha e meu resgatador".
Salmo 19:12-14

Hoje eu gostaria de falar um pouco sobre a luta contra o pecado, e trazer às nossas memórias que essa luta deve ser diária, pois somos seres pecadores, mesmo depois de termos sido resgatados por Jesus, mesmo depois de termos sido batizados com o Espírito Santo e com fogo para remissão de pecados, nós continuamos pecadores, porém arrependidos.

Em nossa natureza humana há pecados que nunca poderíamos imaginar que temos, mas, quem pode ver os seus próprios pecados?  Por isso a nossa oração pela purificação deve ser diária, pois cometemos pecados sem perceber.



Pois a conversão não quer dizer que agora nós somos perfeitos e não pecamos mais, a conversão quer dizer que agora nós somos pecadores redimidos, perdoados.

Não podemos conviver de modo agradável com o pecado, nós precisamos lutar contra este mal, pois amamos o nosso Deus de todo coração, de toda alma, entendimento e força. Marcos 12:30

Como tem sido a nossa luta na caminhada cristã para evitarmos transgredir contra Deus? A sua consciência por acaso não pesa minutos depois de você ter pecado intencionalmente por vontade própria? Pois vou lhe confessar que a minha pesa logo no momento que  a minha mente é tomada por pensamentos ruins e mesmo sabendo que é errado, eu sou teimosa, não me esforço e sou capaz de transgredir. E a minha alma sente uma dor inexplicável por tamanho pecado. Mas como evitar isso? Clamando a Deus para que estes pecados não nos dominem.

"Não podemos mais permanecer na prática do pecado". 1 joão3.9 

Nós  devemos nos apegar com essa verdade e lutar contra a nossa natureza, pois como disse Paulo: "Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, este faço. Romanos" 7:19

Devemos nos esforçar como igreja, eu sei que não é fácil, contudo, de Deus recebemos ajuda, Ele é o nosso resgatador e a nossa rocha, nEle estamos firmes. Eu venho lutando contra meus pecados, e mesmo que eu sofra muito, tenho me esforçado para obedecê-Lo, pois o prazer do meu interior, a paz da minha alma está na lei de Deus.

"Pois sem a santificação ninguém verá o Senhor". Hebreus 12:14

A minha oração hoje é que vocês se arrependam, e se santifiquem com toda palavra de Deus, que sejam obedientes à Sua voz, pois assim como eu vocês almejam ardentemente ver a face do Senhor.

A paz a todos. 
- Patrícia Gomes.

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Deixa queimar

Porventura a minha palavra não é como o fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiúça a pedra?
- Jeremias 23:29


Deus é soberano em tudo que faz, Ele não fica desesperado quando estamos desesperados; Ele não fica em crise quando estamos em crise; Ele não fica desapontado quando o decepcionamos, Ele é Deus e precisamos aprender a confiar nele, sabendo que tudo aquilo que Ele permite, mesmo que pareça que é o fim, não podemos esquecer que o controle de todas as coisas está em suas mãos e absolutamente NADA foge dele. 

Estamos vivendo tempos difíceis, onde vemos crentes em Cristo desesperados, correndo de um lado para o outro sem saber o que fazer. Irmão(a) em Cristo, confie no seu Deus e creia que no tempo determinado Ele surpreenderá você. 

A Bíblia nos fala que a Palavra do Senhor é como um fogo, e o que o fogo faz? Ele purifica, ele queima tudo que pode ser consumido e deixa somente o que é puro e não pode ser consumido, e é o que Deus faz com as nossas vidas, quando Ele chega, penetra tão profundo em nossos corações que tudo aquilo que não presta precisa ser lançado fora! 

Na Bíblia de estudo Genebra tem alguns tópicos explicativos e dentre eles tem um que nos explica: 

QUAIS SÃO AS PUNIÇÕES DO PECADO NESTE MUNDO? 

"As punições do pecado neste mundo são: ou interiores, como cegueira do entendimento, sentimentos depravados, fortes ilusões, dureza de coração, remorso na consciência e afetos baixos; ou exteriores, como a maldição de Deus sobre as criaturas por nossa causa e todos os outros males que caem sobre nós, em nossos corpo, bens, relações e empregos - juntamente com a morte."
- Catecismo maior de Westminster 

Agora releia o verso: 

Porventura a minha palavra não é como o fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiúça a pedra?
 - Jeremias 23:29

A Palavra do Senhor é como o fogo que purifica as nossas vidas, agora devido aos nossos pecados, vimos que uma das consequências é a dureza do coração, mas a Bíblia também vai dizer que a Palavra do Senhor é como um martelo que quebra a pedra! Ou seja, mesmo endurecidos diante do Senhor, a Palavra dele é tão poderosa que é capaz que quebrar esse coração de pedra e nos dar um de carne, onde recebemos a vida verdadeira! 

Irmão em Cristo Jesus, não importa o quanto a vida de alguém esteja impura e endurecida, a Palavra do Senhor é poderosa para purificar e trazer quebrantamento! Não se desespere, não se deprima, fortaleça os teus lombos e creia na Palavra do Senhor Jesus, ela é como fogo que queima em nossos corações nos dando alegria, fervor, paz e consolo. 

Com amor fervoroso, 
Shirley Costa

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Ferida pela "igreja"

“... porque aprouve a Deus que, nele, residisse toda a plenitude e que, havendo feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele, reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, que é sobre a terra, quer nos céus.”

- Colossenses 1:19-20




Crescida em berço cristão, trouxe uma mala de complicações do que de fato era pertencer ao Reino. Dentro da congregação enxergava tantas coisas, heresias, falta de amor, na verdade, falta de Cristo, percalços que só me faziam regredir, ouvindo a todo momento a seguinte frase, “se importe com Cristo, não com homens”, mas como chegar a Cristo se os homens delegados para isso assim não faziam?

Como não me importar com os ditos e feitos que eram ensinados de forma contrária a Palavra?

Questões que rondaram minha mente uma vida, mas em outubro de 2017 como presente de dia das crianças Cristo me fez humilde para receber a transformação, fui abençoada com a Conferência JesusCopy (irei falar mais em outros textos), onde tive três pontos de cura, aqui relatarei apenas um, o que me afastava do real propósito da minha vida, abalando sempre a minha estrutura. Carregava uma ferida enorme há 12 anos (assim como a mulher hemorrágica carregou sua doença), tendo em mente que a mesma havia sido criada pela Igreja. Na tarde de 14/10/2017 uma ministração do Pr. Leandro Vieira na conferência mudou tudo, Jesus me desconcertou, algumas das palavras foram:

 “A Igreja não te feriu, nem te machucou. A Igreja é a esposa de Cristo, Seu corpo, Sua carne. As organizações te machucaram, frustrações vindas de homens, Jesus edifica Igreja e não empresa.”

Jesus me mostrou que eu fui atingida por palavras saídas de homens e não da Palavra que salva, cura e liberta. Todas as questões, portas que haviam sido construídas pelo mal em minha frente foram derrubadas, chorei feito criança naquele momento, fui abraçada pela Palavra de Vida. Perdão saiu de mim, fluiu naturalmente.

Fui curada. Liberta!

Foi ferido(a) por uma instituição?

Se afastou de Cristo por palavras imaturas vindas de homens?

O homem é falho, corruptível, a natureza humana por si carrega dificuldades, ninguém chega ao 100% só o Cristo ressurreto é completo. Perdoe a casa que te machucou, e volte para a Casa Celestial de onde nunca devemos sair. Cristo está de abraços abertos pra corrigir seus erros, e acolher o seu ser, a conexão entre a criação e a Cruz não foi desfeita. Não crie desculpas para estar longe, encare, apegue-se a Palavra e procure a verdadeira Igreja que mais te aproxime dEla. Cristo te chama!

Graça e paz,
Lavínia da Hora ❤️

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Tempo de esperar

O tempo certo vai chegar logo;
portanto espere, ainda que pareça demorar.
Habacuque 2:3

Nós somos assim, ansiosos para que tudo o que sonhamos aconteça o mais rápido. 
Assim é o coração humano, não sabe descansar. 

Tantas vezes somos levados a crer que nossos projetos não irão se realizar, quão duvidoso o nosso coração é. E até ficamos tristes e desacreditamos daquele desejo, por causa da nossa fraca e escassa vontade de querer esperar.  



Digo isso porque ainda sou assim, e sei que na caminhada com Deus eu não posso ter um coração inquieto, pois quero tudo para agora, e as coisas não são assim, eu preciso esperar, e esperar em Deus. 

E você, como anda o seu coração na constante espera por aquilo que você tem depositado nas mãos do Senhor?
Há quanto tempo você tem sido paciente? 1, 2, 3 ou mais anos?

Eu já estou um bom tempo na espera, e confesso que teve dias em que o meu comportamento foi muito ruim diante de Deus, e em meio a isto Ele me ensinou algo muito importante: Que Ele só nos dá algo quando estamos preparados para receber, então se nada do que você planejou ainda não aconteceu, é porque você ainda não está pronto.
Não se preocupe, apenas deixe que Deus trabalhe em você.

É necessário que passemos pela ansiedade, pela nossa visão tão pequena, pela nossa inquietação, para que então possamos ser mudados e fortalecidos para andarmos com Deus. 

A verdade é que existe o tempo de Deus, e nós precisamos nos lembrar constantemente que as coisas devem acontecer de acordo com este tempo, e não com o nosso, pois o nosso tempo é falho, não traz mudança para as nossas almas durante a espera. O Senhor mesmo disse: 

'Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu'.
Eclesiastes 3:1

Que possamos confiar no nosso Deus, só Ele é conhecedor do tempo, e tudo acontecerá quando estivermos maduros o suficiente. Que tenhamos temperança, sejamos pacientes e que nossos corações estejam descansados em Deus.
Espere, ainda que pareça demorar, espere.  

Com Paz e amor.
Patrícia Gomes.