Postagens populares

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Conta aí a sua historia

Queridos leitores, hoje teremos novamente mais um testemunho no blog! Glórias á Deus! Creio que todo testemunho é louvável para edificação do servo de Deus, pois ao saber de como Deus mudou a vida de alguém, temos ainda mais esperanças em acreditar que Ele mudará a nossa também. Nada é fácil nessa vida, mas ter fé é a melhor saída. E cada fase que passamos, temos algo a contar, e hoje a nossa irmã Débora, veio nos contar um pouco de sua historia!

Conta aí a sua historia Débora!

Tudo começou há mais ou menos 3 anos, eu era uma jovem de 16 anos que estava desviada há muito tempo, eu ocupava meu tempo e minha vida ouvindo minhas músicas seculares preferidas e idolatrando uma cantora da qual eu era super fã, era apaixonada por ela, sabia todas as músicas, tinha todos os cd's, revistas, enfim, sabia tudo sobre ela. Como muitas jovens da minha idade eu era tímida, não tinha amigas, não gostava de sair e era muito antissocial. Passava boa parte do meu tempo em redes sociais como o Facebook, e ali eu via as pessoas postando fotos das suas vidas, saindo com seus amigos, se divertindo, e pensava o quanto da vida eu estava perdendo e que nunca teria uma vida como aquela.

Então pra esquecer essas coisas que eu pensava e me sentir melhor eu ouvia minhas músicas e ocupava meu tempo idolatrando minha cantora favorita. Acontece que nada disso era o bastante para preencher o vazio que constantemente eu sentia dentro de mim, era uma ajuda passageira que nunca resolveu meus problemas. Vez ou outra eu estava me sentindo bem, quando do nada começava a me sentir sozinha, esquecida pelo mundo, pelas pessoas, começava a sentir uma angústia muito grande dentro de mim, tinha vontade de morrer, não queria ver pessoas, nem mesmo minha família, não queria a ajuda de ninguém, ficava me perguntando porque eu tinha nascido e pensava que eu estava destinada a morrer sozinha.

Com o tempo tudo isso foi se transformando em depressão, eu passava a maior parte da minha vida trancada em meu quarto, para mim, minha vida já não tinha sentido.

Então uma irmã que sempre passava em frente a minha casa convidou minha mãe para ir visitar sua igreja, então de vez em quando íamos a essa igreja, mas meus problemas continuavam, até que um dia eu resolvi que queria mudar de vida. Era um domingo e eu decidi que naquele dia iria na igreja e aceitaria Jesus, pois eu sabia que só Ele poderia mudar a minha vida, e foi exatamente o que fiz. Fui à igreja, aceitei Jesus, me firmei na igreja novamente, um ano depois me batizei e hoje permaneço mais firme do que nunca.

O Senhor me libertou de todos os meus problemas, restaurou a minha vida, e hoje não ouço mais música secular e nem idolatro nenhuma cantora, pois ele tirou esses desejos de mim, Ele tirou minha vergonha e timidez e hoje canto na igreja e faço parte do grupo de jovens. Posso dizer que foi a melhor decisão que tomei na vida, e só me arrependo de não te-la feito antes. O Senhor me escreveu uma nova história, e hoje eu o louvo por tudo o que fez em minha vida.

"O amor de Deus é perfeito.
A sabedoria de Deus é infinita.
O controle de Deus é soberano.
O objetivo de Deus é bom."
- Bob Welch

Se você quiser também compartilhar conosco o seu testemunho, envie um e-mail para shirleycosta16@hotmail.com. O seu testemunho incentiva e ajuda a outros irmãos na fé que estão na batalha juntamente comigo e com você!

Fiquem na paz e até o próximo "Conta aí a sua historia", no próximo pode ser a sua!

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Uma mulher segundo a vontade de Deus

Deixe-me ser o que fui criada para ser, deixe-me ser uma mulher.
- Elisabeth Elliot

Essa frase da nossa querida Elisabeth, me faz refletir muito no que é ser de fato uma mulher segundo a vontade de Deus.
E então me vem à mente as seguintes perguntas:
Como tem sido nosso comportamento diante da nossa feminilidade?
O que é ser exatamente uma mulher?
A frase citada trata-se de uma frase cristã. Quem nos criou? Foi Deus!

Gênesis 2:22: E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão.

E como tem sido o nosso comportamento feminino diante de Deus?
E para Ele o que é ser uma mulher? Será que já nos perguntamos isso em algum momento?
Deus nos fez mulheres e colocou em cada uma de nós, feminilidade natural.
Algo que nos diferencia totalmente dos homens.
Sendo nós mulheres cristãs, o que Deus definiu para nós?


O livro de Provérbios no capitulo 31 a partir do versículo 10 fala sobre a mulher, vou citar aqui alguns versículos desse capitulo:

1- Ela é virtuosa. (Pv 31:10)

Será que temos virtudes de mulheres cristãs? As quais são: 

Bondade. Mansidão. Misericórdia. Sabedoria. Humildade. Amor. Paciência. Obediência.
Se ainda não as temos, devemos buscar perdão em Deus e pedir que nos faça mulheres virtuosas para servi-lo e assim seremos mudadas nessa área de nossas vidas, porque virtude é dom de Deus.

2- Ela se veste de modo respeitoso. (Pv31:25)

Para a mulher cristã a força e honra são os seus vestidos.

Como tem sido nossas vestes? Elas devem ser comportadas, respeitosas de modo que nos cubra o suficiente para não atrairmos olhares de homens por causa do nosso corpo. 

Paul Washer citou:

Se a sua roupa é uma moldura para o seu rosto, da qual a glória de Cristo deve brilhar, então é a roupa boa aos olhos do Pai. Se você se veste de propósito para que a roupa seja moldura para o seu corpo, é sensual e Deus odeia. Você está agindo como pedra de tropeço e era melhor que uma pedra fosse amarrada ao seu pescoço e você fosse lançada ao mar. Jovens homens é a mesma coisa.

3- Ela fala com sabedoria. (Pv31:26)

Quais têm sido nossos conselhos para alguém quando abrimos a boca? Será que temos falado de modo correto biblicamente? O quanto da palavra temos estudado para falar com sabedoria?

4- Ela NÃO é preguiçosa. (Pv31:27)

A mulher que Deus criou, deu-a coragem e disposição para trabalhar e cuidar do lar, marido e  filhos com bondade, com amor, com zelo, com gosto. Muitas de nós ainda não somos casadas, eu por exemplo, ainda sou solteira, mas será que sou uma mulher preguiçosa? Se for, devo me consertar, pois não estou agradando a Deus. 

5- Ela é temente a Deus. (Pv 31:30)

Ela sabe que a beleza física vai se acabar com o tempo, por isso ela não se prende a vaidade de modo exagerado.
Será que nós temos passado mais tempo em oração ou em salões de beleza?

Na bíblia somos citadas como "vasos mais frágeis" e não devemos nos envergonhar disso e nem nos sentir inferiores, porque isso significa que os nossos maridos devem nos tratar com delicadeza, cuidado e amor. Ao mesmo tempo somos fortes, doces e acolhedoras e isso para mim desde já é um atributo maravilhoso.
E quando formos casadas, seremos para os nossos maridos como um lugar de repouso para o dia mal dele, o nosso papel será de auxiliadora e submissão, respeitando os nossos maridos, tratando-os com carinho. E isso não é vergonhoso, pelo contrario, é uma benção e como recompensa receberemos elogios deles.

Tudo isso nos faz Mulheres segundo a vontade de Deus. 
Que possamos saber usar a porção de feminilidade que Deus deu a cada uma de nós e aceitarmos o significado do que isso significa para Deus. 

O seu valor muito excede ao de Rubis. (Pv 31:10b)

Ela é valorosa e ela é feliz! Feliz por ter a presença de Deus e servi-lo também por meio de sua feminilidade. 

Então, agora eu entendo o que fui criada para ser, uma mulher segundo a vontade de Deus. 

-- 
Patrícia Gomes

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Colunistas no blog!

Queridos leitores, é com muita alegria que venho contar sobre a mais nova novidade no blog: Agora teremos duas colunistas!
A Patricia Gomes e a Lavínia Da Hora, que já são editoras da Página "Eu não sou uma menina comum" no Facebook, agora também estarão conosco aqui no blog. As duas já escreveram para o blog diversas vezes, e agora toparam estar conosco sempre aqui no blog, trazendo da parte de Deus uma Ministração aos nossos corações. Estou particularmente muito feliz, pois além de serem minhas amigas pessoais, são minhas irmãs em Cristo, onde o mesmo me presenteou para levar adiante sua obra. Glórias á Deus pela vida de vocês, eu amo-as!


Vamos conhecer um pouco das nossas colunistas: 

Patrícia Gomes, Cristã, 24 anos, RJ. 
Pecadora remida porque o AMOR me amou. Perdoou-me e deu-me vida. E nenhuma condenação há mais sobre mim. 


Lavínia Da Hora, Cristã, 22 anos, BA. 
Pecadora remida pela Graça. Flor. Serva. Amante de livros, músicas, flores e coxinha. Apaixonada por historias de pessoas simples e amores singelos. Seguindo os passos de Jesus. 


"Nosso trabalho é fazer brilhar a luz da verdade de Deus. Ele decidi como e onde iluminar os corações dos homens."
- John Macarthur

Com fé e Gratidão,
Shirley Costa

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Como viver sabendo que o seu melhor amigo está morrendo?

Domingo, dia vinte e cinco de junho, assisti a um filme chamado "A Cura". Basicamente é a história de um menino que foi contaminado com o Vírus HIV (AIDS), doença que os cientistas não descobriram a cura. Esse menino tem 11 anos, e em consequência de uma mudança, encontra um amigo. E esse amigo passa todos os seus dias amando ele incondicionalmente. Sua intenção é encontrar a cura para aquele que tornou-se o seu melhor amigo. Ele começa a fazer aquilo que nunca tinha feito antes, corre riscos, protege, cuida, defende e dá tudo de si pela vida do amigo.


Penso que devemos pensar a respeito do evangelho também dessa forma.

Estamos todos contaminados com o pecado, assim como a AIDS envenenou o sangue daquele menino.
Mas, mesmo assim tentamos fingir que está tudo bem e levamos a vida. De forma rasa, mas levamos.
Nos entretemos com bebidas e drogas, nos divertimos com prostituição, e temos orgulho de ser imorais e idolatras. Até pensamos de acordo com a ética e moral e sabemos que segundo "as regras", esse não é o melhor jeito de viver, mas e daí? Estamos morrendo mesmo, que diferença vai fazer?
Estamos morrendo, estamos caminhando para o abismo, mais cedo ou mais tarde vai acontecer, nada importa mais.

Mas, em meio ao caminho, acontece uma mudança inesperada. Dentro de nós ou no meio que nos envolve, algo acontece e causa turbulência.
Então pensamos, a morte já não é um castigo muito duro, é necessário mesmo mais surpresas durante a vida?

Mas, as surpresas acontecem e mudam todo o trajeto, porque agora você encontra um novo amigo.

Ele sabe que você está doente, ele sabe que você vai morrer, mas ele está disposto a te ajudar a encontrar a cura, afinal, o amor dele por você é tão grande e infinito que Ele torna isso a sua missão de vida. Para ele, nada importa mais, a não ser que você seja curado.

E enquanto Ele está com você te ajudando a encontrar essa cura, ele começa a te ensinar novas formas de aproveitar a vida, ele te conduz a verdadeira felicidade.

Você não precisa mais se afundar no álcool pra conseguir sorrir. Você não precisa mais está na prostituição para se satisfazer. Você não precisa mais agir de uma forma ilegal para que te aceitem.

Não! Agora você é livre para ser você! Para sorrir, para desabafar, para contar seus medos e alegrias, e para batalhar para viver.
Isso não é maravilhoso!
Ter um amigo, ter um melhor amigo!
Saber que não está sozinho, saber que quando dói Ele está do seu lado, saber que Ele é realmente feliz estando com você!

As palavras dele são tão doces que te acalma, o olhar dele é tão protetor que te dá segurança. Não importa onde você esteja, se é trancado em seu quarto ou num leito de hospital, Ele estará lá.
Simplesmente, porque o amor dele por você não tem fim. Esse amor, é a sua, é a minha cura, porque esse amor vem do nosso melhor amigo: Jesus Cristo.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
- João 3:16

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Conta aí a sua historia

Em 2012, tivemos um testemunho no blog da Daiane Sousa (Clica aqui), no quadro "Conta aí a sua Historia", que é um espaço no blog para você compartilhar as suas experiencias de vida e como Deus restaurou a sua historia. E hoje teremos mais um testemunho! Eu fico extremamente feliz quando recebo os e-mail's de vocês, e vejo como Deus tem trabalhado em cada coração para que o nome dele seja glorificado! A nossa irmã que vai nos contar o seu testemunho, pediu para não ser identificada pois é uma situação delicada, mas o que importa é que a gente se alegre em saber como Jesus mudou a sua vida e termos esperança que assim será com a nossa, pois Deus é bom e o seu amor dura para sempre!


Conta aí a sua historia flor!

Olá, espero que meu testemunho ajude vocês.

Nunca tive uma vida em um mar de rosas...

Minha infância foi bem conturbada, cresci em um lar onde via meu pai agredir minha mãe fisicamente e verbalmente, mesmo sendo pequena, sempre tentava intervir e defender minha mãe do meu pai e foi assim por longo anos até a minha adolescência. Ele dizia que eu não era filha dele, que eu era fruto de uma traição e as palavras dele me feriam muito,  cresci vendo meu pai como um monstro e sempre que eles brigavam, eu pedia a minha mãe que se separasse dele e denunciasse pra ele aprender! Mas ela nunca o fez porque o amava demais.
Quanto mais velha eu ficava, mais eu me tornava uma pessoa rebelde, fria e amargurada! 

A paz chegava aos finais de semana quando sempre ia á casa da minha avó, mas aos meus 12 anos passei por algo que me marcou muito... Um "tio" (filho do padrasto de minha mãe) tentou abusar sexualmente de mim por diversas vezes, ele esperava eu dormir e tocava minhas partes íntimas, até  que um dia acordei sem minha calcinha e tinha sangue na minha roupa... Eu achei que era pela menstruação e logo tomei providências, mas depois quando vi não havia mais sangue, ele havia me ferido com as unhas, mas depois achei que ele havia tirado minha virgindade por eu ser muito imatura e desinformada! E desde então me senti uma pessoa imunda, sentia nojo de mim mesmo, decidi não ir mais para casa da minha avó  e eu carregava o peso de um lar conturbado e de um abuso que eu não tinha coragem de contar a ninguém... Ninguém nunca entendeu o porquê de ter de me afastar da casa dos meus avós, mas eu também nunca quis explicar!

Tornei-me uma adolescente raivosa, agressiva, revoltada! E fui criada na igreja, mas não tinha maturidade e fui desviando... 

Aos 14 anos comecei a namorar um cara da mesma rua que eu e no início era tudo perfeito, até que com o tempo ele começou a destruir minha autoestima, dizendo que eu era muito vulgar na forma em me vestir, mas eu nunca usava roupas sensuais, ele brigava comigo a toa, e me fazia me sentir um lixo e culpada pelas nossas brigas, e eu sofria muito, todas as vezes que ele queria um tempo pra curtir ele terminava comigo e já chegou a passar com outra na minha frente, e eu só me afundava mais, fiquei feia, cheguei a pesar 44 kg que pra minha altura é considerado um peso péssimo... Foram quatro anos lutando por um relacionamento abusivo, e que me tirou da igreja, o fim foi dado quando ele sumiu um dia inteiro eu fiquei ligando por horas pra ele e ele desligando e quando retornou as 02h:00min terminou comigo e eu resolvi falar tudo que eu tinha entalado, chamei ele de fracassado, de imbecil... Desabafei!

E meus pais por sua vez já vivendo uma vida conjugal abençoada colocaram um basta e não aceitaram mais que reatássemos (porque por mim e por ele voltaríamos)... Sofri muito para supera-lo!

Conheci um cara que era 12 anos mais velho que eu e namoramos por 4 meses até  que ele me largou e voltou para ex mulher e casaram com direito a festa e tudo isso em 5 meses depois de separarmos e mesmo separados ele ainda me procurava e me dava esperanças,  só  deixei de me relacionar quando descobri que ele estava com ela... E foi mais sofrimento, virei uma pessoa horrível, tudo que fizeram comigo eu descontava nos caras que se aproximavam de mim, iludia e magoava eles, depois sumia sem deixar rastros! 

Depois decidi me vingar da esposa do meu ex que havia casado já, ele me convidou a ir passar o dia com ele no motel e eu aceitei (foi o pior dia da minha vida) quando vi a aliança dele na bancada, me senti um lixo, suja, fiquei com tanto nojo de mim que eu vomitava tudo que comia porque meu estômago se embrulhava com as lembranças de tudo aquilo, não tive prazer algum!

Vivi anos cega, conhecendo e desconhecendo pessoas , nunca mais namorei ninguém sério durante 2 anos!
E nesses dois anos também sofri muitas decepções e lutas... 

Mas, hoje aos 21 anos, descobri que nossa vida não se resume a relacionamentos e tudo aquilo que a vida nos oferece são apenas propostas, cabe a nós aceitarmos ou não, você só será fracassada se aceitar esse titulo na sua vida, Deus está sempre com os ouvidos inclinados e as mãos estendidas para nós e devemos procurá-lo em todos os momentos, pois voltei a buscar a Deus e servir em espírito e em verdade e hoje entendo que tudo que passei e ainda passo tem um propósito! Hoje sou um diário para muitos que me procuram e até mesmo pessoas mais velhas, sou levita da casa de Deus e louvo em varias igrejas e realizo cultos voltados para jovens na minha igreja! A partir das experiências que tive hoje ajudo a todos aqueles que se encontra em momentos difíceis e sou grata a Deus por tudo que passei e ainda passo, pois somos soldados de cristo então temos que estar sempre prontos para as batalhas!

"Jesus Cristo conhece os erros que você cometeu, mas não veio para apagá-los. Veio para desfaze-los! Não veio para condená-lo, mas para transformá-lo. É possível ter uma ficha limpa!"
- Rick Warren

Se você quiser também compartilhar conosco o seu testemunho, envie um e-mail para shirleycosta16@hotmail.com. O seu testemunho incentiva e ajuda a outros irmãos na fé que estão na batalha juntamente comigo e com você! 

Quero deixar meu agradecimento e gratidão a você flor por ter dividido conosco esta grande alegria da sua reconciliação com Deus e restauração de sua jornada, Deus te abençoe grandemente e continue a grande obra em sua vida!

Fiquem na paz e até o próximo "Conta aí a sua historia", no próximo pode ser a sua!

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Não espero perfeição, espero amor

“Ainda acredito no amor e a minha fé não é filosofia...”
- Marcela Taís


Qual seria hoje a maior prova de amor que você poderia receber de alguém?
Seriam flores e um cartão enfeitado? 
Seria uma linda declaração de amor no Facebook e umas fotos felizes?
Seria uma cesta com tudo aquilo que você mais ama? 

Poderia ser sim e seria maravilhoso. 
Seria maravilhoso você poder estar ao lado de quem você ama e apreciar cada momento. 
Cada abraço, cada beijo, cada laço. 

Mas, esses são apenas o enfeite do presente, a cobertura do bolo. Não é o essencial. 
Toda estrutura de algo é feita com um material que aparentemente parece feio e desajeitado. É ou não é? 
Um bloco pra construir uma casa é de aparência sem graça, a farinha de trigo para fazer um bolo não tem gosto bom, mas tanto um como o outro são essenciais para solidificar e incorporar a estrutura. 

Nos relacionamentos é a mesma coisa. Uma foto sorrindo no Facebook não quer dizer nada, ela não define que tipo de relação você tem, mas, a forma como você é tratado define. 
Do que adianta estar ao lado de alguém que na frente dos outros diz que eu sou a melhor do mundo e quando está sozinho comigo me diz que eu sou a pior? 
Do que adianta demonstrar afeto, carinho, responsabilidade, comprometimento diante de todos, menos diante de mim? Afinal, ele se relaciona com “os outros” ou comigo? 
Não, não estou falando de encontrar alguém perfeito, mas alguém que saiba amar dentro e fora, com pessoas ou quando ninguém está olhando. 

Fazer as coisas por obrigação, é a pior forma de fazer algo, e muitos casamentos estão assim. 

O marido coloca comida dentro de casa por obrigação, a esposa cozinha por obrigação e os filhos crescem entendendo que a vida é uma lista de obrigações e as coisas não são assim. 

Não temos que fazer as coisas porque somos obrigados e sim por amor. 

O marido ama a sua família e por isso vai fazer o possível para sustenta-la. 
A esposa ama a sua família e por isso vai fazer o possível para servi-la. 
Os filhos que crescem em um ambiente assim sentem-se protegidos, amados e cativados a fazer o mesmo. 

Claro que terão as dificuldades, e muitas. É difícil abrir mão de algo pessoal para dar a alguém, é difícil admitir um erro para não brigar, é difícil conviver com alguém que é completamente o oposto de você, mas não é impossível, principalmente se você fizer do “amor” a missão mais importante da sua vida.

Não queira uma vida de aparências. 

Ninguém consegue ser feliz vivendo sorrindo por fora e chorando por dentro, nunca foi isso que Deus planejou para nós, agora precisamos estar dispostos a amar com tudo que temos e com tudo que somos e isso vai muito além do que as minhas palavras. 

Não quero encontrar alguém perfeito, mas espero que mesmo em nossos muitos defeitos, nós saibamos nos amar. 

- Shirley Costa