Postagens populares

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Depressão está na moda?


DIAGNÓSTICO DE DEPRESSÃO
(Drauzio Varella)

Depressão é a tristeza quando não acaba mais. É uma doença que ataca tão subrepticiamente, que a maioria dos que sofrem dela nem percebem que estão doentes. De cada dez pessoas que procuram o médico, pelo menos uma preenche os requisitos para o diagnóstico de depressão.
Do início insidioso, a depressão evolui continuamente para quadros que variam de intensidade e duração. Nos casos mais simples, a pessoa pode curar-se por conta própria em duas a quatro semanas. Passado esse período sem haver melhora, os especialistas recomendam atenção e tratamento, porque a depressão prolongada pode levar a suicídio e mortes por causas naturais.
Para ajudá-lo a identificar os sintomas da depressão acompanhe o algoritmo abaixo, retirado da quarta edição do “Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM-IV):
1) Durante o último mês, você esteve frequentemente chateado por se sentir deprimido e desesperançado?             
2)Durante o último mês você esteve frequentemente chateado por sentir falta de interesse nas atividades?
Se a resposta foi não a ambas as perguntas, é pouco provável que você tenha depressão. Mas, se uma das respostas foi sim, esteja atento a outros sintomas da doença.

O diagnóstico de depressão requer a presença de cinco ou mais dos seguintes sintomas que incluam obrigatoriamente espírito deprimido ou anedônia, durante pelo menos duas semanas, provocando distúrbios e prejuízos na área social, familiar, ocupacional e outros campos da atividade diária.

1) Estado deprimido: sentir-se deprimido a maior parte do tempo, quase todos os dias;
2) Anedônia: interesse ou prazer diminuído para realizar a maioria das atividades;
3) Alteração de peso: perda ou ganho de peso não intencional;
4) Distúrbio de sono: insônia ou hipersônia praticamente diárias;
5) Problemas psicomotores: agitação ou apatia psicomotora, quase todos os dias;
6) Falta de energia: fadiga ou perda de energia, diariamente;
7) Culpa excessiva: sentimento permanente de culpa e inutilidade;
8) Dificuldade de concentração: habilidade frequentemente diminuída para pensar ou concentrar-se;
9) Idéias suicidas: pensamentos recorrentes de suicídio ou morte.

De acordo com o número de itens respondidos afirmativamente, o estado depressivo pode ser classificado em três grupos:
1) Depressão menor: 2 a 4 sintomas por duas ou mais semanas, incluindo estado deprimido ou anedônia;
2) Distimia: 3 ou 4 sintomas, incluindo estado deprimido, durante dois anos, no mínimo;
3) Depressão maior: 5 ou mais sintomas por duas semanas ou mais, incluindo estado deprimido ou anedônia.


Ultimamente tenho ouvido muitas pessoas falarem sobre isso e de certa forma tenho convivido com isso também (não que eu esteja deprimida), e resolvi fazer esse post. Pesquisei sobre esse assunto segundo a opinião dos médicos e, quando comecei a procurar imagens meu coração doeu e foi aí que a Palavra de Deus me disse que por estarmos unidos com Cristo temos um Espirito ALEGRE.

Pessoalmente acredito que a depressão está diretamente ligada ao nosso relacionamento com Deus, pois ela mesma representa “espirito deprimido” e o espirito é a parte do nosso ser que é ligada com Deus.
Chegam momentos na vida de um ser humano que nada parece estar certo, e a própria pessoa não consegue enxergar que isso se ocorreu devido suas próprias escolhas, e pelo fato de não conseguir ver a situação por completa começa a culpar as pessoas ao seu redor, passa por transtornos, agressividades, comportamentos estranhos e uma aparência lamentável e sem saber está caminhando cada vez mais perto para a morte, pois o seu espirito já está como morto. Infelizmente, esse mal tem acabado com vidas, destruído lares e relacionamentos; o pior é quando as pessoas que sofrem com isso não aceitam ajuda das pessoas e nem acreditam que Deus pode cura-las.

É isso que o mal quer, afinal. Entrar na mente das pessoas, colocar problemas para deixa-las deprimidas; situações sem concertos aparentemente e causar uma tristeza gigante nos corações.

Mas, ele não vai conseguir! Problemas? Serão resolvidos. Situações não vão levar embora suas esperanças, sabe porque? Por que existe um Deus neste momento que está olhando para você e te ama, Ele não vai desistir de ir lhe buscar aonde você estiver! Basta uma palavra e você poderá ser liberto, pois diante do Senhor não há nenhum mal que não possa ser vencido! Confesse essa dor, essa tristeza... tudo! E esse espirito que um dia foi deprimido, sentirá o peso da sua Glória! Levante a cabeça, não deixe que nada roube a sua alegria, escute: Nada!

“Nós adoramos á Deus por meio do seu Espirito e nos alegramos na vida que temos em união com Cristo Jesus.” (Filipenses 3:3)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Através de vidas, você pode ser edificado. E através de você vidas podem ser edificadas. Deixe seu comentário :)