Postagens populares

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Eu sou Amada

“E Jesus disse aos discípulos:
- Se alguém quer ser meu seguidor, esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhe. Pois quem põe os seus próprios interesses em primeiro lugar nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo por minha causa terá a vida verdadeira.”
- Mateus 16:24-25


Eu me peguei pensando em mim mesma. 

Nos meus interesses.

Nas minhas vontades.

E se brincar ainda tentei transformar aquilo que de graça recebi, em algo para massagear meu próprio ego.

Eu me desesperei em buscar um sentido pra minha vida, e por isso cheguei a pensar que ela não tinha nenhum sentido. 

Eu até lembrei-me do que vivi, e do que fiz, mas considerei tudo insignificante.

Simplesmente por uma fatalidade: Eu pensei em mim e não em Cristo em mim. 

Eu dei lugar para as minhas próprias frustrações como ser humano, fixei meus olhos nos meus problemas e absorvir apenas sofrimento.

E no sofrimento, não encontrei paz, não encontrei amor e nem segurança. 

Quão deprimente eu fui, e eu sou. Ainda não aprendi a negar as minhas vontades, ainda ajo como uma criança no colo do papai Noel, sabendo que “Papai Noel” não existe, e mesmo assim quero insistir naquilo que meus pais nunca me dariam. Essa sou eu, esse seria você? 

Em primeira estância, as palavras de Jesus aos discípulos parecem duras demais, quem conseguiria ouvir isso e continuar ali? É como se você estivesse com fome na fila do restaurante na hora do almoço, e alguém lhe dissesse: Desista disso, e venha comigo. E você pensa: Mas, eu estou com fome, eu posso passar mal se não comer agora... Não é errado, tem um monte de gente comendo também. E com olhos amedrontados você olha firmemente para essa pessoa e diz: Está bem, O Senhor é que manda. Afinal, essa pessoa no caso é Jesus. 

O Evangelho é um chamado a negarmos a nós mesmo, porque se nos concentrarmos em nós, estamos cegos, perdidos e mortos. Quando eu olho para mim, é como se não houvesse nada que possa me orgulhar, mas quando olho para Cristo em mim, a sua obra em minha vida, me sinto regozijada, me sinto amada e me sinto salva: Salva da ira, salva da morte, salva de mim mesma. 

Se eu pudesse ter algo escrito em meu coração, seria Pecadora. 
Mas, por causa de Cristo, hoje eu posso escrever: Amada.

“Se olho para mim, me deprimo. Quando olho para os outros me iludo. Quando olho para as circunstâncias me desencorajo. Mas quando olho para Cristo me completo.”

2 comentários:

Através de vidas, você pode ser edificado. E através de você vidas podem ser edificadas. Deixe seu comentário :)